Google+








.

Codevasf participa do XII Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), empresa pública vinculada ao Ministério da Integração Nacional, é uma das participantes do XII Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste, que acontece de 4 a 7 de novembro de 2014 em Natal (RN). Além da participação de técnicos da Companhia nas palestras e seminários, a empresa terá um estande cujo destaque será uma maquete que mostrará como funciona a captação de água por meio da cisterna do programa Água para Todos. O tema este ano é “Água e desenvolvimento: água como vetor de desenvolvimento do Nordeste e o seu papel social”.
Durante o evento, a equipe do programa Água para Todos irá se reunir para realizar um balanço das ações do programa no triênio 2011/2014 e expor as demandas para os próximos anos. Haverá ainda a apresentação de cada uma das oito superintendências regionais da Codevasf em relação ao programa.
Em um estande de 18 m², a Codevasf, em parceria com uma das empresas contratadas para fabricar e instalar os reservatórios, vai expor uma maquete eletrônica que mostrará aos visitantes como funciona a captação de água por meio da cisterna. A maquete tem formato de animação 3D e a demonstração dura um minuto. O objetivo é mostrar como as cisternas de polietileno ajudam o sertanejo, que sofre com a seca, a captar a água da chuva e usá-la para o consumo básico e primário do dia a dia, como beber e cozinhar. 

Programação

O evento contará com seminários e discussões sobre o tema central, além de outros como: política institucional, planejamento e governança dos recursos hídricos; hidrologia e hidrogeologia; gestão participativa (comitês de bacia/conselhos); qualidade das águas e meio ambiente; eventos extremos (secas e inundações); saneamento básico: eficiência, reuso e reciclagem; águas urbanas e desenvolvimento; segurança hídrica (disponibilidade) e erosão e transporte de sedimentos.

Água para Todos 

O programa Água Para Todos é coordenado pelo Ministério da Integração Nacional (MI) e executado pela Codevasf em sua área de atuação. Até o momento, a Codevasf instalou, por meio do programa, 160 mil cisternas de abastecimento humano. Os reservatórios implantados pela Codevasf são de polietileno e têm entre suas principais características a resistência, a facilidade de instalação e a vedação do armazenamento. A vida útil do equipamento é estimada em 30 anos.
Também por meio do programa, estão sendo implantados pela Codevasf kits familiares de irrigação que têm capacidade para irrigar uma área de 500 metros quadrados e são destinados a pequenos assentamentos ou agrupamentos de produtores rurais; implantados sistemas simplificados de abastecimento que inclui perfuração de poços tubulares, instalação de unidade de bombeamento e de reservatórios de fibra de vidro com estrutura elevatória, fornecimento de energia, abrigo de quadro de comando ou grupo gerador, cerca de proteção, rede de distribuição de água e ligações domiciliares; perfurados poços tubulares e instalados e recuperados barreiros para dessedentação animal no Sertão nordestino e no semiárido mineiro.


Fonte: Codevasf

Obras deixam Nordeste preparado para enfrentar seca

Investimentos executados nos últimos anos já contribui para que efeitos sejam menos rigorosos que em épocas anteriores

Todos os anos, milhões de pessoas sofrem as consequências da seca no Nordeste brasileiro; porém, importantes obras do PAC 2 na região estão mudando esse cenário.
O investimento planejado e executado nos últimos anos em mais de 1.500 quilômetros de adutoras, canais e reservatórios já rende bons resultados e contribuiu para que os efeitos da estiagem no semiárido fossem menos rigorosos.
Um dos principais investimentos do PAC 2 nessa área é o Projeto de Integração do Rio São Francisco, que já está com mais de 60% de sua estrutura concluída.
São dois eixos, leste e norte, em 469 quilômetros de extensão, levando água para abastecimento e irrigação em quase 400 municípios de quatro estados nordestinos - Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará.
A Integração do Rio São Francisco é o principal projeto de recursos hídricos do PAC 2, mas não o único.
As adutoras do Algodão e Pajeú, a vertente litorânea da Paraíba, o Eixão das Águas no Ceará e o Canal do Sertão Alagoano são outros projetos importantes que já estão melhorando a qualidade de vida das pessoas.
As obras disponibilizam a tão necessária água, como também há a capacitação profissional e crescimento econômico que levam às regiões por onde passam.
"A gente recebeu várias capacitações , que foi em gestão da associação, beneficiamento de frutas, capacitação na questão ambiental, e várias outras, que veio enriquecer ainda mais a comunidade", afirma Maria José, a Mazer, professora e líder comunitária quilombola em região já beneficiada por um dos projetos hídricos do PAC 2.


Fonte: Portal Brasil

Codevasf e BNB retomam parceria e buscam ampliar crédito para produção

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) querem ampliar o financiamento à produção agrícola dos perímetros irrigados Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume. A parceria foi discutida em uma reunião realizada na manhã dessa quarta-feira, 29, entre o superintendente regional da Codevasf, Said Schoucair, e o superintendente estadual do BNB, José Mendes Batista. A proposta é oferecer linhas de crédito especiais para os produtores dos perímetros.
Uma das demandas apresentadas foi a retomada de linhas de crédito para a rizicultura nos perímetros do Baixo São Francisco sergipano, em que a Codevasf se comprometeu a apresentar as condições exigidas pelo banco para liberação de crédito destinado os produtores rurais. As duas instituições também propuseram uma relação mais estreita com o objetivo de fortalecer o papel do BNB na região e alavancar novos negócios.
O superintendente regional da Codevasf em Sergipe, Said Schoucair, afirmou que o diálogo entre as duas instituições é fundamental para impulsionar a agricultura irrigada na região do Baixo São Francisco. Nosso desejo é que o financiamento cresça na região, porque o produtor familiar precisa de crédito para a sua safra. A Codevasf e o BNB buscam o desenvolvimento regional, por isso essa parceria é importante para ambos, declarou Said.
Os superintendentes da Codevasf e do BNB também discutiram a possibilidade de o banco reavaliar as dívidas contraídas por produtores do perímetro Betume e oferecer a esse grupo a oportunidade de ter acesso a novas linhas de crédito no futuro. A reunião foi acompanhada também pelo chefe de Gabinete da Codevasf, Antônio Porfírio, pelo gerente regional de Irrigação, Ricardo Martins, e pelo gerente executivo do Pronaf no BNB, Volnandy Brito.
Com a ampliação de crédito rural, a Codevasf espera aumentar sua contribuição para o crescimento da rizicultura nos perímetros irrigados do Baixo São Francisco sergipano, que tem alcançado altos índices de produtividade. Outras ações para a agricultura irrigada incluem o fornecimento de assistência técnica e a reabilitação da infraestrutura de uso comum com investimentos do programa federal Mais Irrigação.
Hoje, estão em andamento ações como a reabilitação de 57.460 metros de canais de irrigação, a pavimentação de 36 quilômetros de corredores de escoamento da produção agrícola e a reabilitação de canais de aproximação. Além disso, deverão ser assinados em breve os contratos para a reabilitação de 51 conjuntos de eletrobombas nos três perímetros irrigados. Todas as obras são financiadas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).


Fonte: Plenário

ShareThis

Translate/Traduzir/Traducir/ترجم/翻譯/Übersetzen/Traduire/नुवाद करना/Tradurre/переводить/לתרגם

Últimas postagens

Postagens populares