Google+








.

DNOCS revitaliza 10 projetos sociais no programa Mais Irrigação

O DNOCS está revitalizando 10 perímetros irrigados através do programa Mais Irrigação, estabelecido pelo Ministério da Integração Nacional. Essas áreas produtivas têm como característica comum o cultivo de lotes por pequenos produtores e, portanto, de forte apelo social. São eles: Várzea do Flores no Maranhão; Icó-Lima Campos, Várzea do Boi e Ayres de Souza no Ceará; Cruzeta e Pau dos Ferros no Rio Grande do Norte; Sumé e São Gonçalo na Paraíba; Boa Vista e Moxotó em Pernambuco.
Segundo o diretor de Produção do DNOCS, Laucimar Loiola, os recursos que estão sendo destinados pelo Programa são superiores a R$ 130 milhões, aplicados na recuperação da infraestrutura, na regularização fundiária, na regularização ambiental e na organização e apoio à gestão. Alguns perímetros já estão com os trabalhos em andamento, a exemplo do Icó-Lima Campos e Cruzeta, enquanto outros se encontram em fase de licitação.
O diretor de Produção também adiantou que o DNOCS já relacionou outros 17 perímetros irrigados para serem atendidos pelo programa Mais Irrigação, através do PAC 3: Lagoas do Piauí, Gurgueia e Caldeirão no Piauí; Forquilha, Curu-Pentecoste, Jaguaruana, Quixabinha, Morada Nova, Curu-Paraipaba e Jaguaribe-Apodi no Ceará; Baixo-Açu no Rio Grande do Norte; Engenheiro Arcoverde na Paraíba; Custódia e Cachoeira II em Pernambuco e Vaza-Barris, Jacurici e Brumado na Bahia.
Deve ser ressaltado que a reabilitação desses perímetros públicos terá impactos positivos, sociais e econômicos, nos municípios onde estão inseridos, revitalizando e incrementando as atividades agrícolas e pecuárias, o que preceitua Política Nacional de Irrigação, que tem como um de seus objetivos incentivar a produção da área irrigada e o aumento da produtividade em bases ambientalmente sustentáveis.


Fonte: DNOCS

Peculiaridades do Vale do São Francisco são atração em evento nacional de Ciência e Tecnologia

Manga, goiaba, uva, mamão, banana e melancia. Exemplares de frutas produzidas em perímetros irrigados do Vale do São Francisco estão expostos no estande coordenado pelo Ministério da Integração Nacional (MI) durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2014), no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade em Brasília.
O tema desta edição, “Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social”, tem como proposta popularizar e incentivar a produção científica e a inovação, com ênfase no desenvolvimento de soluções para o campo social.
O balanço mais recente produzido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), vinculada ao MI, constatou que o volume de produção em 26 perímetros cresceu entre 2012 e 2013. Foram produzidas 2,96 milhões de toneladas de itens agrícolas no ano passado, sobretudo frutas, em uma área cultivada de 90,9 mil hectares. O crescimento é de 10,5% em relação ao ano anterior, quando 2,68 milhões de toneladas foram produzidas.
A área cultivada passou de 84,4 mil para 90,9 mil hectares – cerca de seis mil hectares a mais. Já o valor bruto de produção (VBP) cresceu 14% em relação a 2012, alcançando R$ 1,72 bi.

Ossos de preguiça gigante

Além de exemplares de frutas, o estande do Ministério da Integração Nacional apresenta durante o evento objetos de grupos pré-históricos da região do Vale do Rio São Francisco. Ossos de uma preguiça gigante (Eremotherium sp.), além de pontas de flechas de pedra, feitas por grupos pré-históricos que viviam na região do Vale do Rio São Francisco, são destaques.
O animal, que tinha aproximadamente seis metros de altura, viveu no Brasil há quase 12 mil anos. A ossada foi achada no sítio Lagoa Uri de Cima, perto de Salgueiro (PE), durante o trabalho de identificação e salvamento de bens arqueológicos do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF).

Sobre a Semana

O tema desta edição, "Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social", tem como proposta popularizar e incentivar a produção científica e a inovação, com ênfase no desenvolvimento de soluções para o campo social. Para a SNCT 2014, foram cadastradas 30.922 atividades de 470 instituições, oriundas de 439 cidades brasileiras.
No Distrito Federal a Semana funciona das 8h às 18h, com exceção da quinta-feira (16), quando terá o horário estendido até as 21h para atendimento do público no horário noturno.
O evento tem entrada gratuita e conta com transporte de graça e exclusivo a partir da rodoviária do Plano Piloto. O ônibus gratuito sai de 40 em 40 minutos, das 7h30 às 18h, da plataforma inferior A, box da TCB.
Mais informações, como a programação nacional e/ou local, podem ser conferidas no site oficial da SNCT 2014 (http://semanact.mcti.gov.br/web/snct2014).


Fonte: Codevasf

Integração Nacional participa de workshop sobre irrigação na Bahia

Evento discutirá tecnologias inovadoras para o setor

O Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Irrigação (Senir), irá participar do -3ºWorkshop em Irrigação' e o -4º Simpósio em Engenharia Agrícola', em Juazeiro, na Bahia. O evento será realizado de 19 a 21 de outubro. A abertura será no auditório da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) - 6ª SR. Nos dias 20 e 21, o encontro ocorre na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).
O objetivo é discutir tecnologias inovadoras para irrigação (equipamentos, projetos, fertirrigação e manejo de água), fazendo uma integração entre a comunidade acadêmica, os institutos de pesquisa e extensão, empresas desenvolvedoras e os produtores rurais. Em paralelo ao workshop, o -IV Simpósio em Engenharia Agrícola' abordará a atuação do engenheiro agrícola no mercado de trabalho.
Um dos idealizadores do evento, o engenheiro agrônomo da Codevasf, Rodrigo Vieira, ressalta que o encontro é um momento de troca de experiências. "É uma oportunidade de trazermos os melhores nomes em irrigação, e de graça, para o erário. Buscamos realizar algo prático, baseado nos melhores e mais atuais fundamentos teóricos", afirma.
Temas como eficiência energética nas áreas de saneamento e irrigação, parâmetros para dimensionamento de sistemas localizados, dispositivos de controle e proteção hidráulica em projetos de infraestrutura para irrigação, automação, filtragem e muitos outros estarão na pauta.
O secretário nacional de Irrigação, Guilherme Costa, irá participar da abertura do evento e como mediador da palestra -Automação em Irrigação'. "Encontros como esse são uma oportunidade de reciclagem da nossa equipe e também uma forma de adquirirmos conhecimentos e trocar experiências", conclui o secretário.


Fonte: Ministério da Integração Nacional

ShareThis

Translate/Traduzir/Traducir/ترجم/翻譯/Übersetzen/Traduire/नुवाद करना/Tradurre/переводить/לתרגם

Últimas postagens

Postagens populares